Cheia em Rio Branco: TCE realiza vistoria em abrigo no Parque de Exposições

Em mais uma ação de vistoria da situação de cheia, o Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE-AC) enviou uma comitiva ao Parque de Exposições, que abriga mais de 300 famílias atingidas pela elevação do Rio Acre, que alcançou a cota de 16,54 metros na medição das 12h desta quarta-feira, 28, em Rio Branco.

Na última semana, quando o rio transbordou, a Corte de Contas iniciou um procedimento preliminar de acompanhamento, com o objetivo de assegurar que os recursos públicos sejam aplicados de maneira adequada em benefício da população. No sábado, 25, uma equipe realizou vistorias em áreas alagadas e em abrigos da capitalacreana.

Na agenda desta quarta-feira, o presidente do TCE, conselheiro Ribamar Trindade, que liderou a comitiva, esteve no abrigo que acolhe o maior número de pessoas, juntamente com o vice-presidente, conselheiro Valmir Ribeiro, a conselheira-corregedora Dulcinéa Araújo, o Diretor da DAFO, Luiz Gustavo Maia Guilherme e a chefe da 2ª IGCE, Kelly Gouveia.

A equipe visitou o parque, conversou com as pessoas no local, e teve um encontro com o prefeito Tião Bocalom e o procurador-geral de Justiça do Ministério Público, Danilo Lovisaro. Na ocasião, Trindade reforçou que o TCE está à disposição com a equipe técnica para auxiliar nesse momento de calamidade.

“Viemos aqui com nossa equipe técnica para analisar a infraestrutura providenciada pela prefeitura, atendimento feito às famílias. Isso faz parte de um trabalho preventivo. Contudo, queremos destacar que, neste momento, também prestamos solidariedade às pessoas afetadas, vítimas desta enchente”, declarou o presidente.

A ação da Corte de Contas faz parte de seu papel de fiscalizar a aplicação dos recursos públicos, sendo a orientação técnica para os gestores primordial neste momento de crise social.

Últimas Notícias
Rolar para cima
Pular para o conteúdo